HMI - O que são as famosas luzes HMI

Neste artigo vamos explicar em detalhes o que são as luzes HMI e porque você, criativo do audiovisual, deve usá-las em seu set.




HMI é uma sigla para as abreviações dos componentes da lâmpada, sendo eles mercúrido (Hg), Metais raros como Dysprosium(Disprósio), Thulium (Túlio) e Holmium(Hólmio), e I dos elementos halógenos Bromine (Bromo) e Iodine (Iodo).

Vocês também podem ouvir falar que HMI significa “Hydrargyrym Medium-arc-length Iodide”, isso porque formam-se arcos voltaicos ligando as pontas dos filamentos dos elétrodos de tungsténio, que ficam dentro de uma câmara de vidro selada, durante o funcionamento da lâmpada. E quando comparados com arcos menores de outras lâmpadas, estes são de tamanho médio.

Essas luzes são do tipo descarga de alta pressão, dentro do grupo HID - High Intensity Discharge. Em termos de performance, elas são 3 a 4 vezes mais potente que suas correlatas halógenas, porém com um consumo 75% menor, o que resulta numa menor produção de calor.

Dentro da lâmpada, o mercúrio é o elemento gerador da luz a partir da corrente elétrica, os metais controlam a cor, e o Iodo e Bromo atuam para a durabilidade do sistema

Como muitas lâmpadas, as luzes HMI possuem espectro luminoso descontínuo. Porém, os metais raros atuam para emitir radiações luminosas que preenchem os vazios, completando o espectro e fazendo com que seu IRC seja algo, em geral maior que 90. Isso faz com que uma intensa e limpa luz branca, muito semelhante a luz do dia seja gerada, em torno de 5.500 e 6.000k.



Para funcionar, as luzes refletoras HMI precisam de um reator, o famoso ballast, que vai compensar a corrente para gerar uma voltagem muito alta (12.000 volts ou +). É essa voltagem que vai dar força a energia para que ela saia de um elétrodo e chegue ao outro. Além disso, o gás dentro do vidro precisa ser ionizado, o que exige uma maior voltagem, em torno de 20.000 a 70.000. É pelo reator que a intensidade da luz pode ser controlada por um dimmer (cerca de 30% da sua força total), porém ocorre um um ligeiro resfriamento da cor, indo para tons mais azulados; o oposto do que ocorre com luzes de tungstênio, que tendem a esquentar a cor.




SEGURANÇA:

Lâmpadas HMI produzem muito aproximadamente a mesma temperatura de cor que o Sol a tarde, cerca de 6000K, e como outras luzes High Intensity Discharge, que contêm mercúrio, geram raios ultra-violeta. Por isso, no conjunto, ela vem com filtros UV para projeter qualquer um que tiver em sua frente, já que a exposição à esses raios pode causar problemas na retina e queimações na pele. É muito importante na hora que você for usar essas luzes checar o filtro para evitar quaisquer problema.


CONCLUSÃO:

As lâmpadas HMI são equipamentos de alto desempenho que entregam uma qualidade luminosa bem elevada. Por serem muito potentes e terem uma cor similar a do Sol, funcionam como um coringa na hora de iluminar o set, seja interno ou externo. Além disso, as luzes vem construídas com focos, o que permite criar um fecho de luz direcional, ou uma luz mais branda. As cores de sua cena ficarão vivas, nítidas, conferindo um grande grau de qualidade e profissionalismo ao seu trabalho. Se você quer ir para o próximo nível, provavelmente chegou a hora de você experimentar uma luz dessa.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre esse equipamento, por favor nos mande uma mensagem, ficaremos felizes em trocar uma ideia; abraços!

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo