Vantagens das Câmeras Mirrorless

Neste artigo vamos te explicar o que são e por que as câmeras mirrorless tem se tornado o novo padrão da indústria.



Mirrorless significa, em inglês, sem-espelho, no caso das câmeras, sem os primas internos responsáveis por refletir a luz captado tanto para o sensor quanto para o viewfinder.


Por exemplo, as câmeras DSLR, Digital Single Lens Reflex, possuem esses espelhos, que são basicamente um mecanismo óptico interno. Por serem mais um mecanismo, temos ai mais peso, mais barulho, mais movimento e, consequentemente, mais probabilidades de peças danificarem, o que reduz o tempo útil de vida desse tipo de câmera em comparação com as mirrorless.


Em comparação, o viewfinder das mirrorless é eletrônico, já que o sensor absorve a luz, transforma-a em imagem e depois joga tanto para o visor, quanto para a tela LCD. Há uns anos atrás isto era visto com grande ceticismo pela indústria, porém hoje em dia, esses visores eletrônicos estão tão fiéis a realidade, que em muitos casos, acabam sendo até melhores que os visores ópticos.


Autofoco


Durante um tempo, o auto-foco das DSLR foi considerado melhor, pois estas usavam um sensor separado para tal função com o chamado auto-foco de detecção por fase, enquanto as mirrorless, por só terem um sensor, se utilizam da tecnologia por contraste. Apesar de que esse tipo de auto-foco ser mais preciso do que o por fase, em geral é mais lento, o que foi uma vantagem para as DSLR durante um tempo. Porém, com o avanço de tempos recentes, as câmeras mirrorless tem usado um sistema híbrido, permitindo usar as vantagens de ambos os sistemas através do mesmo sensor.

Vale destacar que usar um só sensor diminui as probabilidades de imprecisão por focagem ao fundo, o que em câmeras com pixel muito elevados poderia ser um desastre, já que a nitidez da imagem revela mesmo o menor de diferenças focais.


Tela LCD


Visualizar a imagem através de uma tela LCD é um dos pilares das vantagens das câmeras mirrorless. Sendo uma herança das câmeras point-n-shoot e dos smartphones, ver imagens por uma tela tem diversas vantagens de uso, pois quase todos os modelos tem telas sobressalentes ajustáveis. Isso é especialmente valioso em ângulos inusitados ou quando o usuário está se filmando. E hoje em dia, essas pequenas telinhas já tem uma qualidade para serem confiáveis a nível profissional.


Estabilização interna


Como dito anteriormente, uma das vantagens das câmeras mirrorless é a ausência dos prismas internos, o que permitiu também a criação de um sistema de estabilização interno de até 5 eixos. Enquanto isso, as DSLR apesar de terem seus mecanismos de estabilização, contam bastante com o a estabilização das lentes. Por ter um sistema interno melhor, é possível usar lentes antigas que não possuem um sistema próprio de estabilização.


Lentes

O entendimento de que o catálogo de lentes das mirrorless é pequeno está mudando rapidamente, já que o processo de desenvolvimento de novos produtos para esse tipo de câmera é mais fácil. Porque?

A distância entre o sensor e o bocal da câmera é chamado de distância de flange focal, o que no caso das mirrorless, pelo que já explicamos, é bem menor. Isso permite a compatibilidade com lentes muito mais antigas e, com o adaptador apropriado, é possível usar uma série de lentes de fabricantes diferentes. Outra questão é que tais fabricantes, por esse motivo de distância da flange, tem refeito o design de lentes consagradas para serem menores e mais leves, especialmente de lentes grande-angulares e Tele-photo.



Forma e peso


Outra vantagem das câmeras mirrorless é seu menor peso e tamanho mais compacto. Apesar disso, muitos apreciam um design mais robusto, com uma melhor pega das DSLR. Essa questão tem se resolvido pelo fato das câmeras mirrorless estarem usando sensores full-frame, o que faz com que elas precisem ser maiores de fato, gerando designs de câmeras mais robustos. Enquanto isso, outros tantos modelos se valem desse formato leve e compacto como uma grande vantagem, já que para filmagens na mão podem ser bem mais confortáveis, e também pela facilidade do transporte.


Viewfinder


Uma das grandes disputas entre ambos os modelos, DSLR e Mirrorless, é o viewfinder que no caso da primeira é óptico, e o da segunda, eletrônico. A argumentação inicial era de que o visor óptico é mais fiel, enquanto o eletrônico ainda era muito rudimentar, apresentando grandes diferenças. Porém, hoje em dia, os visores eletrônicos estão muito avançados, e contam com alguns recursos vantajosos, como a mancha de foco (objetos em foco ficam com uma mancha vermelha) e também reproduzem a mudança da imagem em tempo real, a medida que se modifica as configurações da câmera.


Silêncio


Outra grande vantagem das câmeras mirrorless é o fato delas serem muito mais silenciosas. Devido à quase todos os modelos usarem shutters eletrônicos, não há um mecanismo se movimentando para capturar a imagem, isso é feito com o simples ligar e desligar do sensor (shutters eletrônicos é outro tópico interessante que falaremos mais a frente). Em algumas situações o barulho do shutter pode não ser incomodo algum, porém em diversas situações, o silêncio é mais do que bem-vindo, principalmente se você está na rua ou em sets que exijam muita concentração.


Por hoje é só, esperamos ter contruibuido um pouco para seu melhor entendimento das vantagens das câmeras mirrorless, esse novo modelo de câmera (que já não é tão novo assim) para que você possa tomar decisões melhores em relação a sua escolha de equipamento. Se você ficou interessado e quer testar uma dessas câmeras, pode vir aqui na Orbe Cam que temos vários modelos muito legais, como as Sony’s Alpha 6500, Alpha 7III e a Alpha 7RIII. Qualquer coisa é só mandar mensagem, abraços!





0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo